EU ODEIO

Eu odeio você porque é das CEBs! Eu odeio você porque é da RCC! Eu odeio você porque usa batina. Odeio porque não usa. Eu odeio você porque é a favor do PT. Eu odeio porque odeia o PT. Eu odeio você porque defende o carnaval. Odeio você porque é homofóbico. Odeio você porque defende... Continue lendo →

Anúncios

Padre Alfredinho Kunz: Profeta dos Pobres

https://youtu.be/E57OLsdek_0   "Aprendi a viver o evangelho com as vítimas da prostituição"   Frédy Kunz, o pe. Alfredinho, nasceu em 9 de fevereiro de 1920 e faleceu em 12 de agosto de 2000. É conhecido como o “missionário” do Servo Sofredor e o companheiro dos pobres. A Irmandade do Servo Sofredor que ele mesmo fundou... Continue lendo →

6º Domingo do Tempo Comum – 11 de fevereiro

Por Pe. Johan Konings, sj I. Introdução geral A liturgia de domingo passado mostrou que Jesus não se deixou “privatizar” pela população de Cafarnaum, mas seguiu sua vocação para ir a outras cidades também. Hoje o vemos saindo para a margem da sociedade, para os lugares desertos, onde viviam aqueles que na época eram chamados... Continue lendo →

Inspirações Franciscanas para 2018

A Regra Não Bulada 10,8 registra uma das mais belas palavras de Francisco de Assis: “Possuir o Espírito do Senhor e o seu santo modo de operar”. Um Capítulo dos Frades da Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil tinha o sugestivo lema: “Para onde nos conduz o Espírito?” Oportuna as palavras de Francisco de... Continue lendo →

Secularismo, Pietismo ou Misericórdia?

Há duas tendências na Igreja que devemos ter cuidado. Uma é o Secularismo. Pensamento que eleva à razão todas questões religiosas. Tudo é exagero, anacrônico, fanatismo, fora de contexto em nossos tempos. Outra é o Pietismo. Tendência que eleva o preconceito, o moralismo, como forma de pensamento. Tudo é pecado. Tudo é indigno. Pensamento que... Continue lendo →

Por uma espiritualidade encarnada: reflexões sobre a espiritualidade do(a) agente de pastoral

Por Rodrigo Borgheti 1. Introdução Um documento do Magistério da Igreja pode ser lido e compreendido sob diferentes enfoques. Podemos descobri-lo como instrumento que nos revela as circunstâncias históricas em que se inscreve determinada doutrina, considerá-lo como um elemento a mais para formularmos críticas e expressarmos nosso descontentamento acerca da realidade eclesial ou, ainda, lê-lo... Continue lendo →

Pescadores de Homens

Houve um homem. Achegou-se à praia. Encontrou ali pescadores. Olhou-os. Foi visto. Em seguida, o imperativo: "Vem, segue-me". Deixaram suas barcas, suas redes. Deixaram suas vidas. Suas histórias. Fizeram uma nova história. Seguiram uma nova jornada. " Vem, segue-me!". E, de repente, a Igreja. O chamado dos primeiros discípulos remete-nos ao nosso chamado. "Vem, segue-me".... Continue lendo →

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑