Sábado, 18 de março de 2017

IMG_20170318_123218_366

 

Paradigma teológico de Tomás de Aquino, lançamento da PAULUS em parceria com a Escola Dominicana de Teologia, permite ao leitor participar de uma incrível experiência espiritual e intelectual: percorrer os meandros da Suma de Teologia, um dos escritos mais conhecidos desse santo e docente da doutrina cristã.

Escrito por frei Carlos Josaphat, que, além de conhecer muito bem o texto, também como religioso busca vivenciar os ensinamentos aí recolhidos, o livro é uma chave de leitura elaborado para favorecer o gosto de folhear e saborear essa obra-prima.

Segundo o autor, livros como esse não podem ser esquecidos nas prateleiras, pois se trata de um “manual” com importantes reflexões, devendo ser usado e estudado. “Para muitos, quem sabe, seja uma surpresa. Mas, como diríamos hoje, Tomás compôs a obra-prima, ao entardecer de sua vida, para a jovem galera de seu tempo. Pois a juventude estudantil de hoje, nem sempre de todo satisfeita com o sistema de ensino que aí está, verá que suas aspirações, seus problemas, suas rusgas e contestações correspondem à primeira preocupação do mestre Tomás de Aquino”, afirma.
É em 17 capítulos e com uma bibliografia elementar que frei Carlos esmiúça a Suma de Teologia, cujos assuntos tratam, respectivamente, de Deus em si mesmo e da origem de todas as criaturas; Dele enquanto a realização completa de tudo, especialmente dos seres humanos, ou seja, Deus como a felicidade almejada por todos e caminho para ela; e de Deus encarnado em Jesus, em seus sacramentos, que prolongam no tempo e no espaço a encarnação e a vida imortal alcançada por meio Dele na ressurreição.

“Este livro não visa suprir a leitura da Suma. Nem pretende oferecer uma síntese ou um comentário da grande obra de Tomás de Aquino. Segue um simples processo de amostragem, condensando e articulando retalhos de sabedoria, inserindo umas tantas sugestões, como quem aponta paisagens, no desejo de ajudar a descortinar horizontes”, conclui o autor.
Ao final de cada capítulo, alguns textos do mestre e doutor da Igreja adquirirem o caráter de “convites” mais insistentes para se “folhear a Suma”, incentivando o leitor a se aprofundar nas questões discutidas. Paradigma teológico de Tomás de Aquino é o primeiro título da coleção Dialogar, importante instrumento de estudo e pesquisa para teólogos, estudantes, religiosos e todas as pessoas interessadas em conhecer e utilizar o texto clássico daquele que é conhecido como o “Doutor da Verdade Católica”.

Frei Carlos Josaphat, dominicano, com meio-sorriso se despede do “seleto clube dos oitenta”, pois se vê instado a galgar o patamar superior, sem atenuar seu humor de mineiro de Abaeté. É doutor em Teologia, professor emérito da Universidade de Friburgo, na Suíça, onde por 27 anos ensinou uma ética de inspiração evangélica no prolongamento de Tomás de Aquino. Seu intento é estudar os mestres do passado para melhor decifrar o presente e nele atuar. Para ele, o paradigma mais operacional para se entender mesmo Tomás de Aquino foi forjado por frei Bartolomeu de Las Casas. Esse missionário dominicano confrontou a ética teológica do Mestre medieval com os problemas e desafios da colonização da América. Nessa perspectiva, frei Carlos Josaphat abre a Coleção Dialogar, em boa hora inaugurada pelos Frades Pregadores do Brasil, que têm precisamente em Las Casas seu ideal e sua bandeira.

Anúncios