FB_IMG_1465550713111

Ser feliz não é luxo. É saber entender que a felicidade não é um conceito inacessível. É algo simples. Tangível. Inerente ao homem.

Neste mundo capital, somos levados à ambições inacessíveis. Imensuráveis. Tão abstratas que chegam ao nível da Utopia.

Ao contrário, ser feliz é estar em paz consigo e com Deus. É entender que nossas relações justificam nossa existência. Já nos disse São João Bosco: “Deus nos colocou no mundo para os outros.”

Não há uma fórmula para a felicidade. O que há é uma forma de viver que nos realiza. Que justifique nossa existência. Quer ser feliz? Acolha o supracitado Conselho de São João Bosco. Viva para o outro. Abnegue-se de seu ostracismo. Viva pelo outro, com o outro… E no fim de nossa existência, quem sabe não sejamos considerados pelos nossos sonhos e sim pelos nomes que trazemos inscritos em nossos coracões?

Frei Abreu

Anúncios